31/08/12

CASA MILITAR ENTRA EM JOGO...

Com o alto nível de abstenção verificado ao longo do dia, cai a noite para entrar em jogo a Casa Militar do gen. Kopelipa ...
As assembleias de voto, na sua maioria, não têm fiscalização das partes, porque a CNE foi orientada, sob vários pretextos, a não credenciar os delegados de lista.
Apesar de fervoroso desejo de mudança, para o partido no poder, tudo corre de feição.
Eleições "a Lá Eduardo dos Santos".
A partir das zero horas, vai começar o processo de atribuição de lugares para Assembleia Nacional... 

JOVENS DA CASA CONTINUAM NA CADEIA ...

JOVENS DA CASA CONTINUAM NA CADEIA ...

30/08/12

WILLIAM TONET, ENTREVISTADO NO LOCAL DE CONCENTRAÇÃO

ONGs ESCREVEM A PGR


AO EXMO SENHOR
DR. JOÃO MARIA DE SOUSA
DIGNISSIMO PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA


Assunto: violações da leis no processo em curso e exigência de acção por parte da Procuradoria-Geral da República de Angola



Senhor Procurador,

As organizações subscritoras da presente carta têm constatado com preocupação a existência de incumoprimentos e desvios na gestão e administração do processo eleitoral da parte da Comissão Nacional Eleitoral, órgão que tem a competência pela condução de todo o processo eleitoral, art. 6.º, da Lei n.º 12/12 de 13 de Abril, art. 107.º da CRA. Temos vindo à assistir, oao invés de acções que conduzam à realização dum processo transparente e com a lisura, a um adiar de actos  que seguramente poderão causar constragimentos no acto da votação nas várias assembleias de voto, à semelhança do  que ocorreu nas eleições de 2008.


Nós, as organizações subscritoras, chamamos a atenção do senhor Procurador-Geral da República  para o que pode advir do facto de a Comissão Nacional Eleitoral  estar a vilar a Lei do Registo Eleitoral e a Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais, por exemplo, a publicação dos cadernos eleitorais, de acordo os artigos 86 n.º 5 ; da Lei n.º 36/11 de 21 de Dezembro, Lei Orgânica sobre as Eleições e, artigos 46.º e 42.º,  e da Lei nº 03/05 de 1 de Julho, lei do Registo Eleitoral, respectivamente; que estabelecem que sejam (…) divulgados os cadernos  eleitorias até 30 dias antes da data marcada para as eleições; por conseguinte a não públicação/existência, dos cadernos eleitoras é causa de não realização da votação, art. 106 al. a)  lei Orgânica sobre as eleições.

Outra questão que deve merêcer a Vossa atenção e acção é a transparência  e segurança na tecnologia a utilizar no processo, no que diz resipto, ao escrutinio, abertura,  das urnas, contagem,as actas de operações eleitorais. Arts.117,120,121,e 123 da lei 36/11 de 21de Dezembro 


Dignissimo Senhor Procurador,

Nós, as organizações subscritoras da presente missiva, vimos, por este meio, solicitar-lhe que inste a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) a respeitar a lei e públicar os cadernos eleitorais. É um imperativo de lei e o Senhor, defensor da legalidade democrática, tem a obrigação de tomar as medidas que se impõe.

Digníssimo Procurador-Geral da República de Angola,

Desde que começou a campanha eleitoral têm sido praticados crimes de corrupção eleitoral, artigo 193.º da Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais e artigo 4.al e) resolução n.ª 7/12 de 23 de Março, Código de Conduta Eleitoral, perante as câmaras da Televisão Pública de Angola (TPA), que transmitem esses actos, numa continuada repetição de práticas já denunciadas durante a campanha eleitoral do ano 2008. E os autores dessas práticas são sempre agentes do mesmo partido e  agentes do Estado. Igualmente, temos assistido à prática do crime de abuso no exercicio de funções, artigo 191.º da Lei Orgãnica sobre as Eleições Gerais, perpretado por titulares de cargos públicos, agentes e funcionários do Estado, em flagrante desrespeito pelo artigo 198.º da CRA, que estabelece o princípio da prossecução do interesse público, que é posto em causa com inaugurações de obras e distribuição de recursos por entidades privadas indiscutivelmente com o objectivo de induzir o voto dos eleitores.

Têm igualmente sido cometidos crimes previstos na Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais e na Lei de Imprensa por parte agentes dos órgão de comunicação social do Estado, definidos como abuso no exercício de funções, art. 193.º, e abuso de imprensa, como seja “a manipulação de notícias através da sonegação sistemática de informação de interesse público e por meio de tratamento diferenciado ou pejurativo para situações ou factos caracterizadamente iguais e semelhates”, al. e) do n.º 2 do artigo 74.º da Lei de Imprensa.

As provas da prática desses crimes exigem a orbrigação legal de a Procuradoria-Geral da República solicitar imediatamente aos órgãos de comunicação social do Estado gravações dos tempos de campanha e programas e exemplares do Jornal de Angola servem de prova para as denúncias reiteradas das práticadas mais uma vez denunciadas pelas organizações subscritoras desta carta.

Sem outro assunto de momento, subscrevemo-nos atenciosamente,

Pelas Organizações;

Associação Justica, Paz e Democracia (AJPD)
Maria Lúcia da Silveira
Vogal de Direcção

OMUNGA,
José Patrocinio
Coordenador

POLÍCIA MANTÉM DETIDO SECRETÁRIO DA CASA-CE ...

JOVENS PROTESTAM CONTRA A CNE

... E SOLTURA DOS COMPANHEIROS DETIDOS

Manifestantes na Alexandre Peres, uns cem metros da unidade de polícia 4ª Esquadra

A situação continuava tensa pelo fim da tarde nas imediações da 4ª Esquadra nas Ingombotas, onde se supõe que permanecem os jovens detidos pela polícia.
A polícia entretanto procedia ao ajuntamento de mais efectivos no local.
Debaixo da sede dum conhecido banco comercial permaneciam concentrados mais duma centena de jovens, muitos deles sentados no passeio, determinados a permanecer, ficarem até que sejam soltos os seus companheiros de jornada.
Caminhavam de pulsos atados em fitas amarelas, como sinal de que partiam para o protesto sem violência.
A polícia interrompeu a marcha a bastonada. Há relatos de ter havido disparos de arma de fogo.
Os jovens foram detidos nas imediações da CNE, para onde se dirigiam para uma vigília pacífica.
Com polícia que se reforçava a cada momento que passava ...
Entre os detidos feridos está Rafael Aguiar que é o responsável máximo da juventude da CASA-CE.
A juventude protesta o modo como a CNE está a proceder ao credenciamento dos delegados de lista, considerado de atabalhoado...

POLÍCIA ESPANCOU E PRENDEU RESPONSÁVEL DA JUVENTUDE DA CASA-CE


RUMAVAM PARA VIGÍLIA CONTRA A CNE

Pelo menos 10 jovens, incluindo o responsável da juventude da CASA-CE Rafael Aguiar foram hoje detidos pela polícia nacional que dispersou a bastonada centenas doutros.

Os jovens pretendiam realizar uma vigília pacífica, para protestar contra o modo como a CNE está a efectuar o credenciamento, que é qualificado de atabalhoado pelos dirigentes da coligação.

O responsável da juventude foi dos mais visados pela policia que os mantém na 4ª Esquadra da Divisão das Ingombotas, na baixa de Luanda.

Dois dos responsáveis de topo da  CASA-CE, Leonel Gomes e Américo Colonha deslocaram-se para o local, que regista uma forte  presença policial. 

CHIVUKUVUKU/CAZENGA

ABEL CHIVUKUVUKU, Á ALEGRIA DE TER "CASSOVITA"



Celma Chivukuvuku é a “cassovita” da família!
Tem hoje 11 anos!
O nascimento de uma bebé tem significado maior quanto se é crente!
Pai de três bem dotados filhos, Abel Chivukuvuku, á expressão de alegria pela “cassovita”...
ABEL CHIVUKUVUKU, Á ALEGRIA DE TER "CASSOVITA"

29/08/12

NOTICIAS: CHIVUKUVUKU ANDOU LUANDA ...

NOTICIAS: CHIVUKUVUKU ANDOU LUANDA ...: FECHOU NA GAMEK Contornando obstáculos, para alcançar os cidadãos do Sambila ... Ir ao encontro deste povo sofredor...

NOTICIAS: CHIVUKUVUKU ANDOU LUANDA ...

NOTICIAS: CHIVUKUVUKU ANDOU LUANDA ...: FECHOU NA GAMEK Contornando obstáculos, para alcançar os cidadãos do Sambila ... Ir ao encontro deste povo sofredor...

CHIVUKUVUKU ANDOU LUANDA ...


FECHOU NA GAMEK

Contornando obstáculos, para alcançar os cidadãos do Sambila ...
Ir ao encontro deste povo sofredor!
No Sambila, são precárias as condições de saneamento básico.
Elas não existem praticamente!
Aqui vive um povo, ao qual o partido no poder se arroga ser dono.
Chivukuvuku, vencendo tabus, andou  de porta em porta no Sambizanga!
Os gestos da recepção dizem muito para quem a esperança é mesmo última coisa a morrer.
Um forte abraço de gratidão pela visita...
Esta é a realidade das residências nos nossos bairros...
Veja as imagens...
Com a avó, Abel Chivukuvuku dançou,
 correspondendo  a alegria da anfitreã...

NO DIA EM QUE CHIVUKUVUKU VISITOU A ESTALAGEM ...

CHIVUKUVUKU/ESTALAGEM

REACÇÕES DOS RESIDENTES NA ESTALAGEM

CHIVUKUVUKU/ESTALAGEM

VOTE EM CHIVUKUVUKU



Abel Chivukuvuku no Soyo ...

Depois do grande comício realizado no sábado passado, a coligação encerra a campanha hoje quarta-feira com a grande passeata em Luanda.

O líder da mudança vai encabeçar a marcha pelas artérias da cidade capital.
O ponto de concentração é pelas 8:00 horas no largo das escolas!
Venha juntar-se a nós, para no final ouvir o presidente da CASA-CE, Abel Epalanga Chivukuvuku.

Abel Chivukuvuku  que percorreu ontem os bairros distritos do Sambizanga, Gamek e Ka Tin Tõn, no fecho das jornadas do porta á porta, divisa que fez vincar ao longo destes 30 dias.

Que o soberano povo de Angola saiba escolher, entre os que têm medo do povo e se escondem por detrás duma guarda presidencial armada até aos dentes,  e pessoas como este homem que destemidamente foi ao encontro dos soberanos.

Nos últimos dias um certo nervosismo e descontrolo tornou-se indisfarçável nos seio do partido no poder, desde 1975 por causa das criticas contra a má governação, criticas contra a corrupção e o nepotismo.

Em Kaluquembe, provincia da Huíla ...
Através de imagens descontextualizadas, estão a cobrar gratidão do presidente, por ter estado preso e hospitalizado no hospital Militar!
Com as crianças, no Kifica ...
Dizem eles que o tratamento de que foi sujeito Abel Chivukuvuku enquanto esteve ferido, devia servir de moeda de troca. Ele, entendem eles, não devia criticar a má governação do partido no poder, porque segundo entendimento deles, “nós assassinos, poupamos a vida do Abel” ...
Que relação tem uma coisa haver com outra?
Os exemplos chegam-nos dos vários pontos do mundo! Xanana Gusmão que esteve preso, foi eleito presidente de Timor Leste!
De Kupapata No Porto Amboim
Aqui perto, Nelson Mandela foi encarcerado mais de 20 anos. Não estamos recordados da utilização de imagens de Nelson Mandela pelo partido de Frederick de Clerk!
Este é o regime que quer “diabolizar” os angolanos genuínos!
Abel Chivukuvuku que é  filho de Angola,  como qualquer outro Angolano, merece ser presidente da República. Para o contexto e realidade do país, tem atributos para o efeito:
-Crente; chefe de família; mais humilde do que se especulava; culto; estudioso; invejado; muito querido!
Os Angolanos precisam dum presidente com estes atributos!


BOA ESCOLHA

28/08/12

EDUARDO DOS SANTOS VOLTA A MENTIR NO HUAMBO!

EDUARDO DOS SANTOS VOLTA A MENTIR NO HUAMBO!

ABEL CHIVUKUVUKU NO GAMEK E KA TIN TÕN

ESTEVE NO SAMBIZANGA!

O presidente da CASA-CE leva consigo "20 Compromissos" que pretende implementar a partir do dia 31, caso ganhe a eleições!

 Abel Chivukuvuku percorre as artérias da Gamek neste momento e culminará no Ka Tin Tõn!

Ontem foi recebido na Sanzala e terminou no  Trinta, município da Viana, o segundo mais populoso, a seguir ao Kilamba Kiaxi!

Imagens para seguir neste espaço ...

26/08/12

MOBILIZA VOTO PARA A CASA-CE

Padre Casimiro Congo

NOTICIAS: CASA-CE! ESTÁ CONSAGRADA ALTERNATIVA

NOTICIAS: CASA-CE! ESTÁ CONSAGRADA ALTERNATIVA: Abel Chivukuvuku  durante a intervenção neste sábado ... FOI NO KALEMBA II A CASA está com todos! Reuniu ontem mi...

CASA-CE! ESTÁ CONSAGRADA ALTERNATIVA



FOI NO KALEMBA II

O encontro amarelo que consagrou a CASA-CE na capital, uma organização de referência e de alternativa de Angola...
A CASA está com todos!
Reuniu ontem milhares de compatriotas.
Luanda consagrou ontem a Convergência Ampla de Salvação ...
O contexto político de Angola mudou, disse Abel Chivukuvuku que  presidiu o comício !
Na intervenção que fez, o presidente qualificou os responsáveis da CNE de falta de patriotismo. “ Se fossem patriotas faziam um esforço de estruturar um processo com lisura  e de transparência” disse.
Abel Chivukuvuku, falando aos presentes ...
Quem tem o povo precisa de fazer batota... então porquê que não, metem os cadernos eleitorais nas mesas?” indagou para receber do público, a resposta...
A CASA-CE, está determinada em combater a corrupção! “E num mandato isto é possível” disse o responsável.

O líder da Mudança deixou três importantes mensagens: 
-a primeira, de tranquilidade dos funcionários públicos a quem garantiu que com o governo da CASA-CE ninguém será substituído. Apenas mudará a filosofia;

Com André Gaspar Mendes de Carvalho, candidato a vice-presidente da
República, Chivukuvuku apresentou-se ao público no Kalemba II
-a segunda mensagem foi dirigida aos actuais dirigentes. “O passado é passado” disse. Adiantou ainda, caso forme governo a  CASA-CE, vai estar preocupada com o futuro pois que não há tempo para tratar de questões do passado, sublinhou;

-Uma outra abordagem tem haver com as relações internacionais. Apesar de ter criticado o conluio internacional no saque verificado no passado,  Abel Chivukuvuku reafirmou o interesse da coligação de honrar os compromissos assumidos pelo Estado Angolano...

Oiça o audio através do soundcloud.

24/08/12

SOYO ACOLHEU CHIVUKUVUKU

SOYO ACOLHEU CHIVUKUVUKU

SOYO, CHIVUKUVUKU LÍDER DAS MULTIDÕES ...

NO SOYO


Chivukuvuku, pelas ruas do Soyo,  nesta quinta-feira ...

O presidente da CASA-CE presidiu nesta quinta-feira, a um importante comício no Soyo, município do Zaire, província setentrional rica em petróleo.
Abel Chivukuvuku falou dos novos tempos que se avizinham sobretudo da necessidade de mudança para acabar-se com a pobreza.
Desde segunda-feira que “o líder da  Mudança” visita a província do Zaire.
Com excepção da província do Cunene, Abel Chivukuvuku
... Esta é amostra da multidão que levará o país á mudança, com Abel Chivukuvuku ... Soyo quinta-feira ...
A CASA-CE tem  vários dirigentes, destacados por diversas regiões, de onde coordenam as respectivas campanhas, com o leste a albergar duas proeminentes figuras da coligação, Lindo Bernardo Tito e Carlos Tiago Kandanda, Vice-Presidente e Conselheiro do Presidente respectivamente!
Imagens para vislumbrar nesta página e áudio para ouvir no soundcloud.
A busca de  pontos altos, foi a constante... Todos queriam ver Chivukuvuku...


Trabalhador chinês,  lutando para reter esta
importante imagem...  É Chivukuvuku que chegou...

DIÁRIO DA ÁFRICA: O EPICENTRO DA CORRUPÇÃO EM ANGOLA

DIÁRIO DA ÁFRICA: O EPICENTRO DA CORRUPÇÃO EM ANGOLA

REI DO CONGO COM CHIVUKUVUKU



Chivukuvuku recebido pelo rei e sua corte em Mbanza Congo, com honras e rituais  reservados as personalidades vips ... 
Foi na quarta-feira.


As oferendas e o partilhar dos "frutos" locais, são típicos da cultura africana ...

Provar o vinho,  como sinónimo de  aprovação, na presença dos visitantes ... 




Interior da  sala principal do museu dos reis, provincia do Zaire

BIOGRAFIA DO PRESIDENTE CHIVUKUVUKU



DADOS  BIOGRÁFICOS


DADOS PESSOAIS 

Nome: Abel Epalanga Chivukuvuku
Data de Nasc. : 11-11-57
Local de Nasc. : Luvemba- Bailundo- Huambo- Angola
Filho de-  Pedro Sanjango Chivukuvuku
e  de – Margarida Chilombo Chivukuvuku
Estado Civil: Casado com Maria Victória Chuvukuvuku
Pai de três filhos



HABILITAÇŌES LITERÁRIAS E FORMAÇÕES TÉCNICAS

1975-  Ensino Secundário Liceu Norton de Matos. Huambo.

1986- Estágio de Telecomunicações Militares e Inteligência Militar- Alemanhã Federal.

1988- Diploma de Língua Inglesa. Universidade de Cambridge. Reino Unido.

2001- Licenciatura em Relações Internacionais. Universidade da África do Sul. ( UNISA ).







2003- Especialização  em Administração  do Desenvolvimento. Universidade da África do Sul. ( Development Administration - UNISA ).


2003- Especialização  em Comunicação. Universidade da  África do Sul. ( UNISA ).

2003 – 2004 – Curso intensivo de 18 meses em Planeamento Estratêgico, ministrado pelo Instituto Republicano Internacional.

2006- Mestrado em Relações Internacionais. Universidade da África do Sul. ( UNISA )  



FUNÇÕES DESEMPENHADAS

1974 – Ingresso na  JURA, organização juvenil da UNITA.

1976 -  Ingresso nas F.A.L.A.  como soldado. Base de Kanhali, Huambo. ( Forças Armadas de Libertação de Angola – UNITA )

1979-1982- Tenente. Chefe-Adjunto dos Serviços de Telecomunicações Externas da UNITA. Kinshasa.

1982-1986- Major. Chefe dos Serviços de Telecomunicações Externas da UNITA. Kinshasa.







1986-1987- Coronel- Chefe-Adjunto dos Serviços de Inteligência Militar da UNITA.

1987-1988- Representante-Adjunto da UNITA em Portugal.

1988- Representante-Adjunto da UNITA no Reino Unido e Enviado Especial do Presidente da UNITA  para os Chefes de Estado de África.

1989-1991- Brigadeiro. Representante da UNITA junto da Organização das Nações Unidas e Encarregado da UNITA para os Países  da  Europa do Leste..

1991- Chefe-Adjunto da Delegação da UNITA na Comissão Conjunta Politico-Militar. ( CCPM ). Secretário Províncial da UNITA em Luanda.

1992- Secretário da UNITA para as Relações Externas. Mandatário Eleitoral da lista de Candidatos da UNITA as Eleições Legislativas de 1992. Mandatário da Candidatura do Presidente da UNITA Dr. Jonas Malheiro Savimbi á Eleição Presidêncial de 1992.

1993-1994- Ferido nos confrontos de Novembro de 1992 em Luanda. Sob regime  de detenção e liberdade condicionada em Luanda.


1995-1996- Assistente Político do Presidente da UNITA.





1996-1997- Enviado Especial do Presidente da UNITA junto do Presidente da República de Angola.

1997-1998- Deputado á Assembleia Nacional. Presidente do Grupo Parlamentar da UNITA.

1998 - 2001- Deputado á Assembleia Nacional.

2001 - 2003- Deputado á Assembleia Nacional. Secretário da UNITA para os Assuntos Parlamentares.

2003 - Chefe da Campanha Eleitoral do candidato a Presidência da UNITA, Sr. Isaias Samakuva.

2003 - 2005- Deputado á Assembleia Nacional. Secretário da UNITA para os Assuntos Constitucionais e Eleitorais.

2004 - 2008-  Deputado da Assembleia Nacional e Deputado do Parlamento Pan -Africano.

2011 - Suspenso dos orgãos de direcção da UNITA.

2012 – Participa na fundação da CASA – CE –Convergência Ampla de Salvação de  Angola – Coligação Eleitoral. Eleito Presidente da CASA - CE.

As cores da bandeira da CASA-CE
 Durante a carreira política de  38 anos, participou em inúmeras missões diplomáticas, tendo-se encontrado com vários Chefes de   de Estado e outras entidades governamentais em Africa, Europa e América.  Participou e dissertou em várias conferências e foruns Nacionais e Internacionais.


23/08/12

CHIVUKUVUKU CONVIDA-O


                 

          CONVITE PÚBLICO

Eu, Abel Epalanga Chivukuvuku, presidente da CASA-CE, convido-o a participar do comício, a realizar-se no dia 25 de Agosto.
Venha escutar a nossa mensagem sobre os caminhos a seguir para salvarmos Angola da crise em que se encontra.
Vamos demonstrar que estamos unidos, pela mudança de regime!
Honre-me com a sua presença e amável simpatia.
Local: junto ao Nosso Super do Calemba 2, no campo defronte as Casas Amarelas.
Hora: concentração, 8:30 minutos.
        
                        O Presidente
                     Abel Chivukuvuku

A SABUJICE DE LISBOA PERANTE O MPLA


        
Lisboa - O jornalista e activista angolano Rafael Marques disse à Lusa que Portugal nunca quis saber do bem-estar dos angolanos e que as próximas eleições gerais servem os “interesses” de Lisboa.

Fonte: Alto Hama

Algo vai mal no protectorado do regime angolano no sul da Europa. Como é que o ministro Miguel Relvas e o presidente da Lusa, Afonso Camões, permitem que a Lusa dê espaço a estas denúncias? O MPLA e o dono de Angola, José Eduardo dos Santos, não gostam que cuspam no prato em que dá comida aos sipaios portugueses.

É verdade, como bem sabem Relvas e Camões, que são poucos os órgão de comunicação social portugueses que divulgarão esta conversa com o Rafael Marques. Mesmo assim, do ponto de vista dos súbditos de sua majestade Eduardo dos Santos, é um risco.
“Estas eleições servem os interesses económicos dos portugueses porque esses interesses estão alicerçados na corrupção. Se o Presidente da República de Angola sai do poder, haverá em Portugal uma série de processos contra empresas portuguesas que têm feito negócios ilícitos em Angola”, diz  Rafael Marques.
“No meio disto tudo Portugal é um vendedor de serviços. É um país que está em situação de crise e procura vender os seus serviços a todos aqueles que têm o controlo dos fundos”, considerou o jornalista e activista angolano.
Rafael Marques é responsável pelo portal “Maka Angola”, que denuncia casos de abusos de direitos humanos e alegados casos de corrupção e suborno, que correm na justiça angolana.
“Os investimentos que têm sido feitos em Portugal, sobretudo pela família presidencial, o Manuel Vicente, o general Kopelipa [figuras de topo do regime e próximas do Presidente José Eduardo dos Santos] claramente configuram actos de branqueamento de capitais porque não podem e não têm como explicar os biliões de dólares que ali são investidos”, afirma Rafael Marques, acrescentando que Lisboa nunca quis saber do bem-estar do povo angolano.
“Portugal nunca foi um aliado do bem-estar dos angolanos. Nunca. Portugal colonizou Angola e, durante a guerra [civil], Portugal também tudo fez para prosperar, havendo sectores que apoiavam a UNITA e outros sectores que apoiavam o MPLA e vendiam armas, mesmo durante as sanções das Nações Unidas”, acusou Rafael Marques.
“Portugal nunca teve um papel de respeito na defesa do bem-estar e dignidade dos angolanos. Não se pode esperar que Portugal tenha hoje este papel. Eventualmente, terá de passar uma ou duas gerações até que surja em Portugal uma nova forma de fazer política e que olhe para Angola como uma terra de futuro e que possa desbravar novas relações, mas desta geração não se pode esperar absolutamente nada que seja benéfico para o povo angolano”, afirmou.
“Se a vontade do povo for a mudança, não haverá interesses internacionais que o impedirão, da mesma forma que se a maioria da população genuinamente decidir que este sistema endémico de corrupção é o melhor, porque permite a cada um ganhar a lotaria e ser extremamente rico da noite para o dia, então também assim será”, concluiu.
Angola realiza no dia 31 eleições gerais, que vão definir a composição do futuro Parlamento e determinar os futuros Presidente e vice-Presidente da República, por via fictícia, a partir do número um e número dois da lista do partido mais votado.
De facto, como há já muitos anos diz o Rafael Marques,  os portugueses (entre muitos outros, entre quase todos) só estão mal informados em relação a Angola porque querem, ou porque têm interesses eventualmente legítimos mas pouco ortodoxos e muito menos humanitários.
Custa a crer, mas é verdade que os políticos, os empresários e os (supostos) jornalistas portugueses (há, é claro, excepções) fazem um esforço tremendo (se calhar bem remunerado) para procurar legitimar o que se passa de mais errado com as autoridades angolanas, as tais que estão no poder desde 1975.
Alguém, pergunto eu, ouviu Cavaco Silva recordar que 68% da população angolana é afectada pela pobreza, que a taxa de mortalidade infantil é a terceira mais alta do mundo, com 250 mortes por cada 1.000 crianças?
Alguém ouviu Passos Coelho recordar que apenas 38% da população angolana tem acesso a água potável e somente 44% dispõe de saneamento básico?

Alguém ouviu José Sócrates recordar que apenas um quarto da população angolana tem acesso a serviços de saúde, que, na maior parte dos casos, são de fraca qualidade?

Alguém ouviu Pinto Balsemão recordar que 12% dos hospitais, 11% dos centros de saúde e 85% dos postos de saúde existentes no país apresentam problemas ao nível das instalações, da falta de pessoal e de carência de medicamentos?


Alguém ouviu Belmiro de Azevedo recordar que a taxa de analfabetos é bastante elevada, especialmente entre as mulheres, uma situação é agravada pelo grande número de crianças e jovens que todos os anos ficam fora do sistema de ensino?

Alguém ouviu António Pires de Lima (Presidente da Comissão Executiva da UNICER e dirigente do CDS/PP) dizer que 45% das crianças angolanas sofrerem de má nutrição crónica, sendo que uma em cada quatro (25%) morre antes de atingir os cinco anos?

Alguém ouviu Jorge Coelho (Mota-Engil) dizer que, em Angola, a dependência sócio-económica a favores, privilégios e bens, ou seja, o cabritismo, é o método utilizado pelo MPLA para amordaçar os angolanos?

Alguém ouviu Armando Vara (presidente da Camargo Corrêa para África) dizer que 80% do Produto Interno Bruto angolano é produzido por estrangeiros; que mais de 90% da riqueza nacional privada é subtraída do erário público e está concentrada em menos de 0,5% de uma população; que 70% das exportações angolanas de petróleo tem origem na sua colónia de Cabinda?

Alguém alguma vez ouviu algum dirigente dos três actuais maiores partidos portugueses dizer que, em Angola, o acesso à boa educação, aos condomínios, ao capital accionista dos bancos e das seguradoras, aos grandes negócios, às licitações dos blocos petrolíferos, está limitado a um grupo muito restrito de famílias ligadas ao regime no poder?